Conferência Estadual de Saúde começa em Belém abordando políticas para fortalecer o SUS

Richard Kill
Richard Kill
4 Min Read

A 14ª Conferência Estadual de Saúde, com o tema “Garantir Direitos e Defender o SUS, a Vida e a Democracia – Amanhã vai ser outro dia”, foi aberta nesta terça-feira (23), no Hangar – Centro de Convenções e Feiras da Amazônia, em Belém, com a participação de conselheiros de 105 municípios paraenses, ativistas de movimentos sociais e representantes da sociedade civil. O evento prossegue até quinta-feira (25).

“Certamente, o mais desafiador dentro da gestão pública é fazer saúde pública, e isso eleva ainda mais a necessidade do debate, da pluralidade e da coletividade, para que possamos ser assertivos nas decisões, partindo, por exemplo, da premissa que soluções para a capital não são necessariamente aplicáveis a outros municípios, pois cada um tem suas particularidades”, afirmou o governador Helder Barbalho, na solenidade.

O evento é uma realização do Conselho Estadual de Saúde do Pará (CES), com apoio da Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa). “Apesar de o SUS ser um sistema grandioso e importante, ele precisa também ser repensado em alguns pontos. Precisa ser melhorado e aperfeiçoado, e precisa passar por um sistema de resgate em pontos fundamentais, como é o caso da retomada da vacinação da população. Nós precisamos dialogar e trazer os problemas, para que juntos possamos integrar o pensamento e pensar soluções para um estado do tamanho do nosso Pará”, ressaltou Rômulo Rodovalho, secretário de Estado de Saúde Pública.

A proposta dos três dias de programação é mobilizar e estabelecer diálogos sobre políticas públicas e trazer propostas que possam melhorar o atendimento do Sistema Único de Saúde (SUS), para deixá-lo cada vez mais acessível aos usuários, especialmente no período pós pandemia de Covid-19

“Essa Conferência é o local onde serão fortalecidas as diretrizes do Sistema Único de Saúde e as políticas públicas dos próximos quatro anos. O controle social e o diálogo que se estabelecerão aqui nos próximos dias servirão para que a gente possa colocar em prática as características principais do SUS, que são a universalidade, a integralidade e a igualdade”, explicou Elizeth Braga, presidente do Conselho Estadual de Saúde do Pará.

Temática – Nos próximos dias serão discutidos quatro eixos temáticos, que são: O Brasil que temos e o Brasil que queremos; O papel do controle social e dos movimentos sociais para salvar vidas; Garantir direitos e defender o SUS, a vida e a democracia; Amanhã será outro dia para todos, todas e todes.

“Este será o momento de traçar estratégias e o rumo dos próximos quatro anos da saúde pública no Pará. Entender quais são nossas prioridades, quais as principais áreas de atuação, onde vamos atuar de forma emergencial ou em médio e longo prazo. Nosso objetivo aqui é construir as políticas públicas que serão discutidas junto ao governo federal para traçar as estratégias dos próximos anos”, disse Sipriano Ferraz, secretário adjunto de Saúde do Estado.

A conferência estadual é uma das etapas da 17ª Conferência Nacional de Saúde, que ocorrerá entre 02 e 05 de julho de 2023, em Brasília (DF).

Share This Article
Leave a comment