Hospital Metropolitano participa de workshop sobre governança sustentável

Richard Kill
Richard Kill
3 Min Read

O Hospital Metropolitano de Urgência e Emergência (HMUE), localizado em Ananindeua (Região Metropolitana de Belém), iniciou na manhã desta quarta-feira (08) o 2º Workshop de Gestão do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano (INDSH), que em parceria com a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa), gerencia a unidade.

Com o tema “Transformando a Governança Sustentável em Cuidado Centrado na Pessoa”, o evento será realizado até 10 de março (sexta-feira), no Centro Integrado de Inclusão e Reabilitação (CIIR).

Foto: Rodrigo Pinheiro / Ag.ParáNo HMUE, a abertura do workshop reuniu gestores de hospitais públicos do Pará, que realizaram visita técnica a todos os setores assistenciais do Metropolitano. Houve ainda apresentação das melhorias agregadas ao bem-estar dos usuários, como a ampliação do número de leitos, modernização do parque tecnológico e revitalização do pronto atendimento.

Os resultados dos projetos de sustentabilidade, elaborados e desenvolvidos na unidade, também foram destacados. “Essa é uma oportunidade para mostrarmos o que estamos fazendo para ampliar e oferecer mais qualidade no atendimento aos nossos pacientes. Os investimentos impactam diretamente no resultado final do que é entregue aos usuários, e dão condições para uma assistência cada vez mais rápida, resolutiva e segura”, afirmou o diretor Executivo do HMUE, Marcelo Azevedo.

Avaliação – José Rizoli, presidente do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano, pontuou que “os resultados apresentados são brilhantes para a saúde no Pará, e marcarão na história de todos”. Ele acrescentou que “precisamos levar em consideração que isso tudo ocorreu em menos de três meses de gestão, e comprova o espírito de união à frente do trabalho desenvolvido. Não tenho dúvidas que faremos muito mais”.

Todos os avanços se refletem positivamente na experiência do paciente na unidade, da admissão à alta médica. Hoje, o índice de satisfação atinge 97%. Geneci Moreira, 32 anos, oriunda de Altamira, município da Região de Integração Xingu, no oeste paraense, acompanhou o filho Samuel Silva, 8 anos, que ficou 40 dias internado no HMUE.

Emocionada, ela disse que, “com certeza, se não fosse o apoio recebido aqui no Hospital, o meu filho não estaria como está hoje. Muito obrigada aos técnicos, enfermeiros, médicos e todos da equipe. Hoje, celebro a volta dele para nossa casa. Estou muito feliz e indico o Hospital Metropolitano”.

Referência – Em 16 anos de funcionamento, o HMUE registra milhares de atendimentos a vítimas de traumas, tanto de Belém quanto do interior do Pará, e de outros estados, se consolidando como referência no Norte do Brasil.

Entre as especialidades do Hospital estão cirurgia geral, cirurgia plástica (exclusiva para vítimas de queimaduras) e cirurgia torácica e vascular.

Somente em 2022 foram realizados mais de meio milhão de atendimentos, entre internações, cirurgias, exames laboratoriais e de imagem, atendimentos multiprofissionais e consultas ambulatoriais.

Share This Article
Leave a comment