Suspeitos de assaltar casa de juiz e Polo Joalheiro são presos em Belém

Richard Kill
Richard Kill
2 Min Read

Um grupo de quatro pessoas foi presa em flagrante na Marambaia, em Belém, suspeito de roubar a casa de um juiz e o Polo Joalheiro.

A invasão e o assalto à residência do juiz ocorreram na última segunda-feira (27). Já o roubo no Polo Joalheiro foi registrado no dia 19 de novembro.

Segundo agentes da Divisão de Repressão a Furtos e Roubos (DRFR), o primeiro suspeito foi preso enquanto estava em um carro. No veículo foram encontrados uma arma com munições e placas de automóveis.

Em seguida, de acordo com a Polícia Civil (PC) um casal foi preso. Os dois tinham um mandado de prisão aberto por envolvimento em um outro roubo, no edifício Rio Figueira, em Belém, no final de setembro deste ano.

Do casal, o homem preso confessou a participação do assalto à casa do juiz e disse onde os itens roubados estavam, como pontuou a corporação.

No local indicado, segundo a polícia, computadores, relógios, celulares e televisões foram recuperados. No endereço, o quarto suspeito foi preso.

A PC informou que também investiga a participação dos quatro no assalto ao Polo Joalheiro, quando criminosos vestidos de policiais militares abordaram e renderam dois seguranças do espaço, no dia 19 de novembro.

Segundo as vítimas, os criminosos se aproveitaram da troca de plantões para iniciar um assalto. Ainda de acordo com os relatos, eles ainda amarraram os funcionários.

De acordo com depoimentos, os assaltantes levaram itens de valor do local, os revólveres dos seguranças, assim como coletes à prova de balas e o carro de um dos trabalhadores.

Share This Article
Leave a comment