Belém é selecionada pelo Governo Federal para receber projeto de tecnologia e sustentabilidade

Richard Kill
Richard Kill
3 Min Read

Num mundo que passa todo pela internet, na chamada era tecnológica, a Prefeitura de Belém sempre valorizou como política pública o acesso às várias formas e serviços de tecnologia. Não proporcionar esse acesso seria contribuir para a exclusão social. Por isso, por causa de política municipal em Belém, a capital paraense foi escolhida para desenvolver um importante projeto de inclusão tecnológica do Governo Federal.

A Prefeitura e o Governo Federal, por meio do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), já iniciaram os diálogos para a implantação do projeto CITInova ll na capital paraense. O projeto busca promover iniciativas de sustentabilidade nas cidades brasileiras por meio de tecnologias inovadoras e planejamento urbano integrado.

Nesta nova fase do CITInova, o Governo do Brasil vai contemplar a Região Metropolitana de Belém (RMB) assim como também as das cidades de Florianópolis e Teresina. Para iniciar as negociações para o lançamento do programa em Belém, o prefeito da cidade, Edmilson Rodrigues, participou na sede do Ministério de Ciências e Tecnologia, em Brasília, no último dia 20, de uma reunião com a secretária de Políticas e Programas Estratégicos do MCTI, Márcia Barbosa.

Programa tem quatro eixos

O CITInova se firma em quatro componentes de atuação para desenvolver iniciativas de sustentabilidade e inovação nas cidades selecionadas. São eles: planejamento urbano integrado, investimentos inovadores, financiamentos inovadores e plataformas e capacitações. Em Belém, o Parque Estadual do Utinga e a ilha do Combu foram os locais pré-selecionados para receber as intervenções do CITInova.

Segundo a secretária de Políticas e Programas Estratégicos do MCTI, Márcia Barbosa, a escolha de Belém para receber o CITInova foi muito assertiva tendo em vista, também, que a cidade se prepara para receber a COP-30 em 2025.

Segundo o prefeito Edmilson Rodrigues, como uma das primeiras iniciativas a ser tomadas por Belém para receber o CITInova está a criação de um seminário pela Prefeitura de Belém para ouvir pesquisadores e a população para definir como serão as intervenções no município. “A iniciativa depende muito da participação do cidadão. Queremos ouvir a comunidade e suas reais necessidades”, explicou o prefeito.

Incentivo a tecnologia e ciência em Belém

Desde 2022, Belém se destaca em iniciativas tomadas pela gestão municipal com o intuito de promover a ciência e a tecnologia na cidade aliando sustentabilidade e bem estar da sociedade. Um exemplo é o programa “Belém Inteligente”, que busca sistematizar o conjunto de ações para promover inovação tecnológica inteligente que inclua políticas públicas, inclusão social, participação cidadã e combate às mazelas que afetam a humanidade.

“O ‘Belém Inteligente’ é a tecnologia voltada à produção da justiça social, do desenvolvimento com equilíbrio ecológico, com respeito à natureza e com participação social”, destacou o prefeito Edmilson Rodrigues.

Share This Article
Leave a comment